Matérias,  Musicais,  Thalita Rebouças,  Tudo por um Pop Star

O Dia: Thalita Rebouças transforma livro em musical

Thalita Rebouças transforma livro em musical e lança obra para público adulto

Maior nome da literatura para adolescentes no País, Thalita Rebouças vendeu mais de um milhão de livros e arrasta multidões às bienais e feiras de que participa Brasil afora, em busca de um autógrafo, uma foto ou, quem sabe, um abraço ao lado da escritora. Ela nem sequer imaginava que tudo isso aconteceria com ela quando escreveu ‘Tudo Por um Pop Star’, seu primeiro livro adolescente, que agora vira musical e estreia sábado, no Imperator – Centro Cultural João Nogueira, no Méier, e dia 12 no Teatro Clara Nunes, na Gávea, ficando em cartaz em dois teatros simultaneamente. E a história, sobre três amigas que fazem de tudo para chegar perto de seus ídolos, tem muito a ver com o sentimento de suas leitoras por ela.

“Adolescente ama amar alguém. Todo mundo já viveu isso. Eu mesma fui fã do Menudo e fiz meu avô, coitado, me levar no show deles”, lembra Thalita. O contato com a trama lançada em 2003 tem feito a autora, de certa forma, voltar no tempo. “É muito legal lembrar da época em que eu ficava nas feiras chamando as pessoas para conhecer meu livro e ver que tudo valeu a pena”, conta ela.

Além disso, ela acaba de lançar ‘Adultos Sem Filtro — & Outras Crônicas’ (ed. Rocco, 192. págs.,R$ 27,50), que reúne textos publicados em seu blog e alguns inéditos, sobre experiências suas com as fãs. “Mas não pretendo mudar de público”, garante ela, que ainda este ano lança seu primeiro livro infantil, ‘Por Que Só As Princesas se Dão Bem?’, em homenagem à afilhada, e prepara um livro ao lado de Mauricio de Sousa. “Fiz porque uma amiguinha dela dizia que era impossível a madrinha dela ser escritora”, diverte-se Thalita.

Do livro para o palco

Com direção de Pedro Vasconcelos, o musical ‘Tudo Por um Pop Star’ tem roteiro do também autor adolescente Gustavo Reiz, com supervisão da autora, Thalita Rebouças. “Ele captou totalmente o que é o livro. Eu só dou pitacos. Aliás, vários”, diverte-se a escritora.

O elenco traz nomes pouco conhecidos do grande público, mas com experiência em musicais. Na história, as amigas Manu (Jullie), Gabi (Thati Lopes) e Ritinha (Larissa Bougleux) moram em Resende e convencem seus pais a deixarem que elas viajem ao Rio para assistir ao show de seus ídolos, a boyband Slavabody Disco Disco Boys (Igor Pontes, Christian Villegas e Raphael Rossatto).

A trilha sonora do espetáculo — que tem direção musical de Jules Vandystadt, vencedor do Prêmio Shell por ‘Beatles Num Céu de Diamantes’ —, passeia por sucessos de diversas épocas: tem Beatles, Lulu Santos, O Rappa, One Direction… “Queria que o espetáculo fosse legal também para os pais que vão levar os filhos”, conta Thalita. Além disso, ela lembra, o próprio público da autora engloba diversas faixas etárias.

“Tenho leitoras que estão na faculdade e me leem até hoje. Meninas de 20 anos, que começaram a acompanhar o meu trabalho lá atrás. Tanto que a (editora) Rocco relançou os livros mais antigos com outro projeto gráfico, menos infantil”, observa.

Essa é a segunda adaptação de um livro de Thalita para o teatro: a primeira foi de ‘Fala Sério, Mãe!’, em 2007. Mas não tão grandiosa quanto a versão para os palcos de ‘Tudo Por Um Pop Star’, produção da Aventura Entretenimento (de ‘Rock in Rio — O Musical’), orçada em R$ 3,5 milhões.

“É um dos primeiros musicais voltados para esse público e a ideia é que existam outros espetáculos para essa galerinha. Porque há muitas opções infantis e adultas, mas para os jovens a gente quase não vê. Só coisas pontuais, aqui e ali, como ‘Confissões de Adolescente’. Não existe uma continuidade”, analisa ela. “Vou ficar feliz quando a gente abrir o jornal e a parte do roteiro com a programação jovem for extensa”.

E, além de conquistar o teatro, Thalita Rebouças em breve vai invadir os cinemas: três livros seus vão ganhar adaptações para a tela grande: ‘Uma Fada Veio me Visitar’, ‘Ela Disse, Ele Disse’ e ‘Tudo Por um Namorado’ — este último, que será dirigido por César Rodrigues (de ‘Uma Professora Muito Maluquinha’), tem roteiro da própria autora.

Thalita para adultos

Em ‘Adultos Sem Filtro — & Outras Histórias’, Thalita Rebouças narra situações vividas e/ou presenciadas por ela, contadas em seu blog, em 42 textos . “Escrevo sobre o que não tem espaço nos meus livros para os adolescentes”, explica.

São situações como a da crônica que dá nome ao livro, sobre a vez em que sua avó disse que ela estava “bonita demais” em uma foto. “Ela não acreditou e falava: ‘Não é você, é claro’”, ri Thalita.

Ou como na vez em que ela foi abordada por um funcionário de seu prédio enquanto corria na esteira, esbaforida. “Ele ficou contando que a namorada tinha bigode”, lembra.

No lançamento, além de mães e pais de seus leitores cativos, estavam muitos dos adolescentes fãs de Thalita. Sem problemas, já que o livro, apesar de voltado para adultos, não aborda situações consideradas polêmicas para o público da autora.

“Falo de temas mais adultos, mas de uma maneira leve. E não é que eles não tenham acesso a esse tipo de assunto, com a Internet e a televisão”, defende Thalita.

Para a autora, de 38 anos, o segredo de sucesso com o público jovem é simples. “Acho que eles gostam do que eu escrevo porque eu falo de igual para igual. Não fico dando lição de moral”, acredita.

Confira a foto divulgada pelo Jornal O Dia.

Comentários desativados em O Dia: Thalita Rebouças transforma livro em musical